atividade física

Os benefícios da atividade física para pacientes oncológicos

Foi-se o tempo em que pessoas com doenças crônicas graves, como por exemplo o câncer, deviam permanecer em repouso absoluto e se manterem afastadas de toda e qualquer atividade física.

É claro que há exceções, pois determinadas enfermidades trazem limitações físicas. Além disso, os tratamentos mais agressivos e invasivos podem trazer efeitos colaterais que impedem, ao menos temporariamente, que o paciente oncológico se mantenha ativo.

Entretanto, de modo geral, quem está doente pode – e deve – se exercitar. A única ressalva é que a prática de atividade física deve ser liberada pelo médico, priorizando sempre a escolha de uma modalidade adequada às reais condições clínicas do indivíduo.

Ao contrário do que muitos pensam, as atividades físicas são extremamente benéficas para pacientes oncológicos. Assim sendo, este texto lista os principais pontos positivos de combater o sedentarismo em meio ao tratamento contra o câncer. Confira, em seguida, os benefícios das atividades físicas nessa situação.

Vantagens da atividade física para pacientes com câncer

Melhor mobilidade

Enquanto o repouso absoluto pode acabar resultando em atrofiamento muscular, perda de massa, redução da amplitude de movimentos e perda funcional, a prática de exercícios faz exatamente o contrário. Ou seja, melhora a capacidade física como um todo e reduz o risco de os músculos atrofiarem.

Mais disposição e bom humor

Durante a prática de exercícios, os hormônios do prazer e bem-estar são liberados. Em outras palavras, as atividades físicas ajudam a deixar o indivíduo de bem com a vida, com melhor humor, otimismo e disposição, inclusive, para seguir firme no tratamento. Vale muito a pena reservar um tempo do dia para se exercitar.

Ossos mais fortes

Outra grande vantagem da prática regular de exercícios é o fortalecimento ósseo. Se exercitar fortalece os ossos, melhora a funcionalidade das articulações e aumenta o equilíbrio, prevenindo, assim, o risco de quedas e fraturas.

Controle de peso

Vários tipos de câncer produzem sintomas como redução do apetite e emagrecimento repentino. O exercício físico pode ajudar na regulação do apetite e contribuir para o ganho de massa muscular. Portanto, auxilia no controle de peso adequado.

Benefícios cardiovasculares

Ainda que sejam de baixo impacto, os exercícios podem trazer grandes benefícios para a saúde cardiovascular dos pacientes oncológicos. Entre outras vantagens, eles melhoram o fluxo sanguíneo e reduzem o risco de doenças no coração.

Saúde emocional conservada

A prática regular de atividades físicas pelo paciente oncológico é uma medida que favorece a melhora da autoestima, promove a interação social, bem como reduz as chances de depressão. Pesquisas apontam que entre 22% a 29% das pessoas com câncer se tornam depressivas após o diagnóstico. O exercício físico evita que isso ocorra.

Ciente das vantagens de se exercitar durante o tratamento oncológico, é importante saber, contudo, que o tipo de câncer, estadiamento e condições físicas influenciam diretamente na definição da modalidade, séries e frequência de treinos.

Orientações para a realização de atividades físicas durante o tratamento oncológico

A fim de agir com segurança, siga as recomendações:

  • respeite as orientações médicas;
  • comece devagar e aumente o ritmo gradualmente;
  • não exceda os próprios limites – realize séries pequenas e faça pausas;
  • opte por exercícios leves e divertidos;
  • tenha supervisão de um preparador físico;
  • estabeleça uma rotina que possibilite a atividade física todos os dias, mesmo que apenas por alguns minutos.

Quer saber mais? Estou à disposição para solucionar qualquer dúvida que você possa ter e ficarei muito feliz em responder aos seus comentários sobre este assunto. Leia outros artigos e conheça mais do meu trabalho como oncologista em Londrina!

Comentários
Dr. Rafael Onuki Sato

Posted by Dr. Rafael Onuki Sato