câncer ginecológico

15 sinais de câncer ginecológico

O termo câncer ginecológico é utilizado para nomear os cânceres femininos que acometem a região genital, especificamente a vulva, vagina, o endométrio, ovários e o colo de útero. Este último é a principal causa de morte de mulheres por câncer no mundo.

Ainda, o sucesso do tratamento de uma neoplasia depende do estadiamento do tumor no momento do diagnóstico. Para isso, você precisa conhecer os sintomas que indicam a necessidade de procurar um médico. Neste post, você saberá mais sobre eles.

Tipos de câncer ginecológico

Embora o câncer ginecológico mais conhecido seja o de colo de útero, existem outros quatro tipos que você precisa conhecer. Então, listamos as principais características sobre cada um deles:

Câncer de colo de útero

Trata-se da neoplasia responsável pelo maior número de mortes de mulheres por câncer. Essa alta taxa de óbitos está relacionada à dificuldade de diagnosticá-lo precocemente, pois os sintomas só costumam surgir em estágios avançados.

Ainda, o câncer de colo de útero é causado pelos tipos oncogênicos do Papilomavírus humano (HPV). Geralmente, a infecção por esse microrganismo ocorre em função do início precoce da atividade sexual, uso de anticoncepcionais ou do tabagismo.

Câncer de ovário

O câncer de ovário é o segundo tipo mais comum de câncer ginecológico e ocorre quando as células cancerígenas acometem as células que revestem o ovário, que formam os óvulos ou que produzem os hormônios.

Entre os principais fatores de risco para essa neoplasia estão: idade avançada, obesidade, histórico familiar ou pessoal da doença, menarca precoce, infertilidade, menopausa tardia ou genética.

Câncer de endométrio

Trata-se do câncer ginecológico com maior taxa de cura. Geralmente, se desenvolve a partir de uma lesão pré-maligna que consegue penetrar na mucosa do endométrio. O principal fator de risco desta patologia é a exposição prolongada ao hormônio estrogênio.

Câncer de vulva e vagina

Por último, os tipos mais raros de câncer ginecológico. Em função da ausência de sintomas em fase inicial, dificilmente são diagnosticados precocemente. Entre os principais fatores de risco estão a infecção por HPV, histórico de lesões pré-malignas e tabagismo.

Quais são os principais sinais de câncer ginecológico?

Agora que você já conheceu um pouco mais sobre os diferentes tipos de câncer ginecológico, você precisa saber mais sobre os sintomas que podem iniciar o rastreamento do tumor. Os sinais mais característicos são:

  1. dor pélvica abaixo do umbigo;
  2. febre com duração maior que sete dias;
  3. inchaço abdominal e flatulência;
  4. pressão na região do umbigo;
  5. presença de bolhas, feridas e outras anormalidades na vulva e na vagina;
  6. dores de estômago;
  7. alterações intestinais;
  8. sangramento vaginal anormal;
  9. alterações na coloração da vagina e da vulva;
  10. perda de peso superior a 10 quilos, sem a realização de dietas;
  11. dor intensa e persistente na região inferior das costas;
  12. presença de secreção, dor, nódulos, vermelhidão ou inchaço na mama;
  13. dor durante a relação sexual;
  14. inchaço das pernas;
  15. sangue na urina.

Além desses sintomas, também podem ocorrer alterações nos órgãos reprodutivos da mulher. De modo geral, a melhor forma de identificar o câncer ginecológico em estágio inicial é criando a rotina de visitar o ginecologista anualmente.

Quer saber mais? Estou à disposição para solucionar qualquer dúvida que você possa ter e ficarei muito feliz em responder aos seus comentários sobre este assunto. Leia outros artigos e conheça mais do meu trabalho como oncologista em São Paulo!

Comentários

O que deseja encontrar?

Compartilhe

Share on facebook
Share on linkedin
Share on google
Share on twitter
Share on email
Share on whatsapp