câncer de cólon

Colite Ulcerativa e Câncer de Cólon: Riscos, Diagnóstico e Tratamentos

O câncer de cólon e reto é o segundo tipo de neoplasia mais comum em homens, principalmente na região Nordeste do Brasil, segundo o INCA (Instituto Nacional de Câncer). Entre os fatores de risco para o seu desenvolvimento está a colite ulcerativa e outras doenças inflamatórias intestinais.

Você conhece essas duas condições? Sabe qual a relação entre a colite ulcerativa e o câncer de cólon? Então, não deixe de ler este post. Nele, responderemos a todas as suas dúvidas a respeito do tema.

O que é a colite ulcerativa?

A colite ou a retocolite ulcerativa é uma doença crônica inflamatória do cólon que comumente acomete adolescentes e adultos jovens. Essa condição provoca uma inflamação e ulceração do intestino grosso, causando uma série de sintomas.

Ainda, essa doença inflamatória pode surgir em qualquer idade, sendo mais comum antes dos 30 anos e entre os 14 e 24 anos. A colite ulcerativa começa no reto, podendo ficar ou não restrita ao órgão. Porém, não afeta a parede do intestino grosso e raramente alcança o intestino delgado.

Entre os principais sintomas relacionados ao quadro estão diarreia violenta, febre alta, dor abdominal e ocasionalmente peritonite, que é a inflamação do revestimento da cavidade abdominal. A doença é marcada por períodos de crise e remissão.

Quando a inflamação alcança as partes mais altas do intestino grosso, as fezes ficam moles e o paciente pode ter mais de 10 evacuações por dia. Além disso, pode apresentar cólicas abdominais intensas e espasmos retais dolorosos.

Qual a relação com o câncer de cólon?

O câncer de cólon, ou colorretal, é uma das neoplasias mais diagnosticadas no mundo. A sua relação com a colite ulcerativa é explicada pelo processo inflamatório que ocorre no órgão. Quem sofre com essa ou outra doença inflamatória intestinal tem o risco aumentado para este tipo de câncer.

Ainda, as chances de desenvolver esse tumor são maiores à medida que aumenta o tempo de convívio com a doença. Estima-se que a probabilidade de um câncer é de 2% após 10 anos do diagnóstico, mas de 20% depois de 30 anos.

Porém, o acompanhamento médico da colite ulcerativa e o tratamento adequado ajuda a prevenir esse tipo de câncer ou contribuir para o diagnóstico precoce. Assim, o tratamento do câncer de cólon é mais efetivo.

No que se refere ao diagnóstico, existem diferentes exames de rastreamento para diagnosticar o câncer colorretal, além do histórico clínico e do exame físico. Para quem sofre com a colite ulcerativa, a colonoscopia deve ser realizada a cada um ou dois anos para a coleta de amostras e biópsia do tecido.

Como é o tratamento?

O tratamento da inflamação varia de acordo com a gravidade dos sintomas. O uso de suplementos de ferro compensa a anemia. Uma alimentação pobre em fibras e sem laticínios pode reduzir lesões no intestino. A suplementação de vitamina D é necessária para todos os pacientes.

Além disso, o médico pode prescrever corticosteróides, aminossalicilatos, medicamentos imunomoduladores e agentes biológicos. Em casos de colite fulminante o paciente precisa ser internado.

No caso do câncer de cólon, existem diferentes medidas terapêuticas. Cirurgia, radioterapia, ablação e embolização são opções que tratam o tumor sem afetar o organismo. Outra possibilidade são os tratamentos sistêmicos que consiste no uso de medicamentos por via oral ou diretamente na corrente sanguínea.

Enfim, como você pode perceber, há uma forte relação entre a colite ulcerativa e o câncer de cólon. Portanto, caso você tenha o diagnóstico dessa ou de outra doença inflamatória intestinal, converse com seu médico sobre a necessidade de fazer o rastreamento dessa neoplasia.

Quer saber mais? Estou à disposição para solucionar qualquer dúvida que você possa ter e ficarei muito feliz em responder aos seus comentários sobre este assunto. Leia outros artigos e conheça mais do meu trabalho como oncologista em São Paulo!

O que deseja encontrar?

Compartilhe

Share on facebook
Share on linkedin
Share on google
Share on twitter
Share on email
Share on whatsapp