câncer de endométrio

Câncer de endométrio: conheça os principais tipos e classificações



Quase todos os cânceres de útero se iniciam no endométrio, um tecido que reveste o órgão. O câncer de endométrio é um dos tumores ginecológicos mais comuns. Essa neoplasia pode ser de vários tipos e é classificada em diferentes graus.

Quer saber mais sobre esse câncer? Então, continue a leitura do texto para entender mais sobre o assunto.

O que é câncer de endométrio?

O endométrio é um tecido que reveste a parede interna do útero e é muito vascularizado. Geralmente, as mulheres com mais de 60 anos, que estão na fase pós-menopausa são as mais acometidas.

O câncer de endométrio pode ter origem em uma lesão pré-maligna ou então já aparecer de forma maligna. O diagnóstico precoce é o maior aliado da mulher acometida. Caso o tumor não seja identificado em tempo, entretanto, ele crescerá e poderá se alastrar para o miométrio.

Se continuar evoluindo, ele atravessa o miométrio e pode invadir a vagina, o colo do útero, os ovários, o reto, bem como o sistema urinário e o interior do abdômen. Em casos raros, a metástase pode chegar aos pulmões, fígado e osso.

Os sintomas mais relatados pelas mulheres são hemorragia vaginal, com sangramento entre os períodos menstruais ou após a menopausa, dor e incidência de massa anormal na pelve e perda de peso.

Quais são os tipos?

O câncer de endométrio pode se apresentar de diferentes formas. O carcinoma endometrioide é o tipo mais comum e representa 80% de todos os casos. Ele surge nas glândulas do endométrio. Adenocarcinoma, adenoacantoma, adenoescamoso, carcinoma secretor,  carcinoma Ciliado e adenocarcinoma viloglandular são subtipos do carcinoma endometrioide.

O carcinoma seroso-papilífero é o segundo tipo mais recorrente e é mais agressivo que o tipo anterior, sendo responsável pela maioria dos casos de metástase. O carcinoma de células claras ocorre com menos frequência, mas é o mais perigoso entre os três.

Os sarcomas são os tipos de tumor mais resistentes à quimioterapia e à radioterapia. Eles surgem na musculatura do miométrio ou no estroma. Representam de 3 a 5% dos casos.

Como os carcinomas de endométrio são classificados?

A medicina classifica esse tipo de câncer de acordo com a causa e o prognóstico. O grau está relacionado à quantidade de glândulas que compõem e que se assemelham às glândulas que existem no endométrio saudável.

Quanto mais alto o grau, portanto, mais células cancerígenas estão reunidas de forma irregular ou desorganizada. O grau 1 diz respeito aos tumores com 95% ou mais de tecido cancerígeno que forma glândulas.

Os tumores que tenham entre 50 e 94% desse tecido são classificados como grau 2. Por fim, o grau 3 refere-se aos tumores de alto grau. Eles têm menos da metade do tecido cancerígeno formando glândulas, são mais agressivos e os indivíduos acometidos têm menores chances de cura.

Em suma, esses são os tipos e as classificações do câncer de endométrio. Caso tenha mais dúvidas, procure um oncologista qualificado para uma consulta.

Quer saber mais? Estou à disposição para solucionar qualquer dúvida que você possa ter e ficarei muito feliz em responder aos seus comentários sobre este assunto. Leia outros artigos e conheça mais do meu trabalho como oncologista em Londrina!



O que deseja encontrar?

Compartilhe

Share on facebook
Share on linkedin
Share on twitter
Share on email
Share on whatsapp