câncer de mama

Quais são os fatores de risco para o desenvolvimento do câncer de mama?

O câncer de mama é o segundo tipo de neoplasia maligna que mais acomete as brasileiras, representando cerca de 20% de todos os cânceres que afetam as mulheres, segundo dados do Instituto Nacional do Câncer (INCA).

Embora não tenha uma causa conhecida para essa doença, existem fatores de risco que tornam uma pessoa mais suscetível. Quer saber mais sobre eles? Então, não deixe de ler este post.

O que é câncer de mama?

O câncer de mama se caracteriza pela formação de um tumor maligno no interior das mamas em razão de uma anomalia genética que faz com que as células mamárias sofram uma mutação e se multipliquem pela região. 

Ainda, esta neoplasia é classificada de diferentes formas, variando de acordo com o local de origem, da sua extensão, do potencial de avanço, da presença ou não de receptores hormonais e de proteína HER2. A seguir, conheça os tipos mais comuns de câncer de mama:

  • carcinoma ductal in situ: tumor que afeta os ductos da mama. Apesar de ter potencial para se tornar invasivo, é o tipo mais comum de câncer não invasivo;
  • carcinoma ductal invasivo: também surge nos ductos da mama, mas se espalha e acomete os tecidos adjacentes, podendo até atingir outros órgãos do corpo;
  • carcinoma lobular in situ: carcinoma originário dos lóbulos da mama. Esse tipo não avança para outras partes do corpo;
  • carcinoma lobular invasivo: também surge nos lóbulos mamários e é o segundo tipo mais recorrente de câncer de mama. Neste caso, pode se espalhar para outros tecidos;
  • carcinoma inflamatório: quando os ductos linfáticos são obstruídos pelas células cancerígenas. É um tipo raro, sendo diagnosticado apenas em 3% dos casos.;
  • doença de Paget: se inicia no ducto mamário e avança até o complexo aréolo-papilar;
  • tumor filoide e angiosarcoma: dois tipos raríssimos de câncer. O primeiro surge no tecido conjuntivo da mama e o segundo nas células que revestem os vasos sanguíneos ou linfáticos.

Quais são os fatores de risco?

Os fatores de risco são condições e aspectos que tornam uma pessoa mais suscetível ao desenvolvimento de determinada doença. No entanto, ter um ou mais desses fatores não significa que a pessoa irá desenvolver a patologia.

No caso do câncer de mama, diversos fatores estão relacionados ao seu desenvolvimento, desde o estilo de vida até aspectos endócrinos, genéticos, hereditários e ambientais. Conheça os mais importantes:

  • alcoolismo: o risco aumenta à medida que aumenta a quantidade de bebidas alcoólicas consumidas;
  • obesidade e sedentarismo: excesso de peso ou obesidade após a menopausa e sedentarismo aumenta o risco para o câncer de mama;
  • gestação: não ter filhos ou ter a primeira gravidez após os 30 anos torna a mulher mais propensa a desenvolver a doença;
  • uso de anticoncepcionais ou de DIU;
  • terapia hormonal combinada: o risco aumenta após 4 anos de uso;
  • implantes mamários: estão associados a um tipo raro de linfoma não Hodgkin;
  • histórico familiar ou pessoal da doença;
  • alta exposição à radiação;
  • menopausa tardia ou menarca precoce;
  • alimentação desequilibrada, com alto consumo de gordura saturada;
  • não ter amamentado;
  • alta exposição a poluentes e agrotóxicos.

Enfim, com a leitura deste post, você conheceu um pouco mais sobre os fatores de risco para o desenvolvimento do câncer de mama. Portanto, caso se enquadre em dois ou mais deles, mantenha um acompanhamento médico preventivo.

Quer saber mais? Estou à disposição para solucionar qualquer dúvida que você possa ter e ficarei muito feliz em responder aos seus comentários sobre este assunto. Leia outros artigos e conheça mais do meu trabalho como oncologista em São Paulo!

O que deseja encontrar?

Compartilhe

Share on facebook
Share on linkedin
Share on google
Share on twitter
Share on email
Share on whatsapp