Câncer de Ovário

Câncer de Ovário: Dicas para Reduzir o Risco da Doença

O câncer de ovário é uma condição séria que afeta as mulheres em todo o mundo. Embora não seja possível eliminar completamente os riscos, há medidas que as mulheres podem tomar para reduzir suas chances de desenvolver essa doença. Por isso, neste artigo, discutiremos algumas dicas importantes para ajudar a reduzir o risco desse câncer. Continue a leitura!

Histórico Familiar

Um dos principais fatores de risco para o câncer de ovário é o histórico familiar. Nesse sentido, mulheres cujos familiares de primeiro grau (mãe, irmãs, filhas) tiveram câncer de ovário têm um risco aumentado. Portanto, é importante conhecer o histórico familiar de câncer e discuti-lo com seu médico.

Uso de Anticoncepcionais Orais

Mulheres que usam contraceptivos orais têm menos risco de desenvolver câncer de ovário, especialmente após cinco anos de uso contínuo.

Gravidez e Amamentação

Ter filhos e amamentar também pode reduzir o risco da doença. Isso porque a gravidez e a amamentação diminuem a quantidade de vezes que os ovários liberam óvulos, o que diminui as chances de mutações celulares que podem levar ao câncer.

Cirurgia de Redução de Risco

Para mulheres com predisposição genética, uma opção a ser considerada é a cirurgia de remoção dos ovários e das tubas uterinas para reduzir o risco de câncer.

Peso Saudável

Manter um peso saudável através de uma dieta equilibrada e exercícios regulares pode diminuir o risco de câncer de ovário. Além disso, a obesidade está associada a um maior risco de câncer e outras doenças relacionadas.

Alimentação Saudável

Uma dieta rica em frutas, legumes, grãos integrais e alimentos ricos em antioxidantes pode ajudar a reduzir o risco de câncer de ovário. Ainda, limitar o consumo de carne vermelha e alimentos processados também pode ser benéfico.

Por fim, embora o câncer de ovário não possa ser completamente evitado, adotar um estilo de vida saudável e conhecer os fatores de risco pode ajudar a reduzir as chances de desenvolver essa doença.

Quer saber mais? Estou à disposição para solucionar qualquer dúvida que você possa ter e ficarei muito feliz em responder aos seus comentários sobre este assunto. Então, leia outros artigos e conheça mais do meu trabalho como oncologista em São Paulo! 

O que deseja encontrar?

Compartilhe

Share on facebook
Share on linkedin
Share on twitter
Share on email
Share on whatsapp