câncer ginecológico

Conheça os tipos mais comuns de câncer ginecológico

O câncer de colo de útero é o terceiro tipo de tumor maligno que mais acomete a população feminina e a quarta causa de morte de mulheres no Brasil. Esta doença é um tipo de câncer ginecológico, que também envolve os cânceres de ovário, endométrio, vulva e vagina.

Você sabe como essas doenças surgem? Conhece os sintomas mais frequentes? Então, não deixe de ler este post. A seguir, explicaremos tudo o que você precisa saber sobre o assunto.

Câncer de colo de útero

Trata-se do tumor maligno que se desenvolve na região do útero, sendo causado pelos tipos oncogênicos do Papilomavírus Humano (HPV). Geralmente, as infecções genitais por esse vírus não causam a doença. 

Entretanto, quando o HPV sofre mutações, ele pode causar um tumor. Entre os principais fatores de risco para o câncer de colo de útero estão: início precoce da atividade sexual, tabagismo e uso contínuo de pílulas anticoncepcionais.

Ainda, os sintomas mais característicos são: sangramento vaginal intermitente e dor abdominal associada a problemas intestinais. Porém, só surgem quando a doença está em estágio avançado. Ademais, a melhor forma de prevenção é buscar a vacinação contra o HPV.

Câncer de ovário

Trata-se do segundo tipo mais comum de câncer ginecológico e se caracteriza pelo surgimento de células cancerígenas nas células epiteliais que revestem o ovário, nas germinativas que formam os óvulos ou nas estromais que produzem os hormônios femininos.

Embora não se saiba a causa específica para o seu aparecimento, existem fatores de risco que tornam um indivíduo mais suscetível, tais como, idade avançada, infertilidade, menarca precoce e menopausa tardia, histórico familiar da doença, fatores genéticos e excesso de peso corporal.

Ademais, a prevenção do câncer de ovário passa pela maior atenção da mulher com seu próprio corpo e também pela adoção de um estilo de vida saudável. O exame preventivo papanicolau não é capaz de detectar este tipo de tumor maligno.

Câncer de endométrio

O câncer de endométrio é mais comum em mulheres após a menopausa, sendo um dos tipos de câncer com maior taxa de cura. O tumor pode se originar em uma lesão pré-maligna e crescer localmente, podendo se infiltrar na mucosa do endométrio e alcançar outras estruturas.

Ainda, os sintomas mais característicos dessa doença são: hemorragias, manchas e corrimentos vaginais, dor pélvica e perda de peso sem causa aparente. Ademais, o principal fator de risco para o câncer de endométrio é a exposição prolongada ao estrogênio.

Câncer de vulva e de vagina

Os tumores de vulva e vagina são raros, representando cerca de 7% dos cânceres ginecológicos. Quando a doença ainda não se disseminou, o tratamento costuma ser mais assertivo e fácil.

Contudo, o câncer de vulva e vagina são de difícil diagnóstico, pois os pacientes não apresentam sintomas específicos em estágios iniciais. Em ambos os casos, os fatores de riscos mais comuns são: a infecção por HPV, tabagismo e histórico de lesões pré-cancerígenas.

Portanto, com a leitura deste post, você conheceu tudo o que precisava sobre o câncer ginecológico. Assim, adote as medidas necessárias para prevenir o desenvolvimento desta doença e viver uma vida com qualidade.

Quer saber mais? Estou à disposição para solucionar qualquer dúvida que você possa ter e ficarei muito feliz em responder aos seus comentários sobre este assunto. Leia outros artigos e conheça mais do meu trabalho como oncologista em São Paulo!

Comentários

O que deseja encontrar?

Compartilhe

Share on facebook
Share on linkedin
Share on google
Share on twitter
Share on email
Share on whatsapp